Disgnosia (parte II)

  Agnosia – Etimologicamente, a falta de conhecimento. A (falta de) + Gnosis (Conhecimento). Impossibilidade de obter informações através dos canais de recepção dos sentidos embora o órgão do sentido...

 

Agnosia –

Etimologicamente, a falta de conhecimento.

A (falta de) + Gnosis (Conhecimento).

Impossibilidade de obter informações através dos canais de recepção dos sentidos embora o órgão do sentido não esteja afetado.

Ex. a agnosia auditiva é a incapacidade de reconhecer ou interpretar um som mesmo quando é ouvido.

No campo médico está associada com uma deficiência neurológica do sistema nervoso.

A disgnosia é a dificuldade ou alteração na percepção das coisas e sua interpretação.

Com um adequado tratamento, as disgnosias melhoram com o desenvolvimento da criança, no entanto, geralmente, trata-se de uma melhora parcial.

Segundo a modalidade sensorial afetada existem diferentes classificações. 

Disgnosia tátil.

Refere-se à informação que recebemos através do tato. As crianças que padecem deste tipo de disgnosia, podem ter dificuldades em identificar as características dos objetos com o tato, por exemplo, a textura e o tamanho. Também pode acontecer que reconheçam as características do objeto mas que não saibam identificar a que objeto corresponde.

Disgnosia auditiva.

Refere-se à dificuldade de identificar sons ou ruídos não verbais. Por exemplo, o ruído de uma buzina, o canto de um pássaro, etc.

Disgnosia visual.

É a dificuldade na discriminação, identificação e reconhecimento de objetos e suas formas através da vista.

Disgnosia somatognosia.

Dificuldade no conhecimento e reconhecimento do corpo. A criança com disgnosia somatognosia apresenta alterações no momento de poder identificar partes de seu próprio corpo. Por exemplo, pode ser que não reconheça o lado esquerdo de seu corpo.

Disgnosia espacial.

É o atraso na aquisição da noção de espaço. A criança com esse tipo de disgnosia se localiza mal, tem dificuldades em conhecer as distâncias e os percursos. Parece incapaz já que não considera as distâncias entre ela e os objetos.

Categorias
DistúrbiosNeuropatias

Criador do Neurotópicos, é Pedagogo, Neuropsicopedagogo e Estudioso de Filosofia Oriental há 30 anos, defende a prática da meditação para uma saúde física e mental plenas. Busca divulgar seu trabalho na área da educação como uma importante ferramenta a educadores.
Ainda não há comentários. Seja o(a) primeiro(a) a comentar!

Faça seu comentário no campo abaixo

*

*

ARTIGOS RELACIONADOS

  • Deficiências Múltiplas

    Segundo o Portal da Educação… A Deficiência Múltipla é a associação de duas ou mais deficiências primárias como física, mental, visual ou auditiva no mesmo indivíduo. Pessoas com Deficiências...
  • Neurotópicos: atendimentos

    A Equipe Multidisciplinar NEUROTÓPICOS  tem o prazer de anunciar que à partir do mês de Outubro de 2017, estaremos atendendo crianças, jovens, adultos e idosos que apresentem dificuldades físicas...
  • Dislalia, o distúrbio do “Cebolinha”

    A dislalia (do grego dys + lalia) é um distúrbio da fala, caracterizado pela dificuldade em articular as palavras. Basicamente consiste na má pronúncia das palavras, seja omitindo ou...
  • Dispraxia, a Síndrome do “desajeitado”

    O termo dispraxia provém do grego “dys”, que significa dificuldade e “praxia”, que significa fazer, agir. É uma disfunção motora neurológica que impede o cérebro de desempenhar os movimentos...